Por uma verdadeira viagem à cultura germânica na Rota do Enxaimel, em Pomerode

A Rota do Enxaimel é uma volta ao passado e a tradição dos imigrantes alemães colonizadores, por um caminho recheado de paisagens e arquiteturas típicas.

A pequena cidade de Pomerode, que carinhosamente é chamada pelos moradores de “Nossa Pequena Alemanha” é um lugar cheio de atrações para o visitante! Aliás, o município leva o título de cidade mais alemã do Brasil.

Localizada na Região do Vale Europeu de Santa Catarina, Pomerode está a 30 km de Blumenau.

Sua colonização iniciou em 1863, por imigrantes alemães. Até os dias de hoje, seus costumes, festas tradicionais, gastronomia típica e arquitetura são preservadas. Inclusive a língua alemã, foi instituída como cooficial.

E claro, além do Zoo Pomerode, um dos atrativos mais conhecidos em Pomerode é a Rota do Enxaimel.

Apreciando a Rota do Enxaimel

A Rota do Enxaimel é um percurso de contemplação com 16 km de extensão. Está localizada na região norte de Pomerode, na rua Testo Alto e rua Progresso, por um caminho de estrada de chão e asfalto.

Psssiiu › R$100 em Créditos no Airbnb para você viajar!

Pela Rua Testo Alto

Pela Rua Testo Alto

O trajeto é a maior concentração de casas enxaiméis fora da Alemanha. São aproximadamente 50 edificações reunidas em todo o seu curso. Na Rota do Enxaimel também há o cemitério dos imigrantes, uma Igreja Luterana de 1886, trilha pela natureza, clubes de caça e tiro e pontos de vendas de produtos típicos. Rota do Enxaimel

Vale lembrar que, em 1942, praticamente metade das construções em enxaimel nas colônias de imigrantes em Santa Catarina foram rebocadas. E isso reflete em várias casas da Rota do Enxaimel, que têm suas características originais escondidas em baixo de reboco e tinta.

Quando o Brasil entrou na 2° Guerra Mundial, os imigrantes em nosso país, em especial os alemães, com medo da perseguição, abandonaram seus costumes ou não os mais praticavam publicamente.

Na época, o Governo Brasileiro também proibiu o uso de língua viva estrangeira. Jornais em alemão pararam de circular, lápides em cemitérios não podiam mais usar inscrição em outra língua se não o português e os próprios descentes de imigrantes queimaram vários documentos em escrita diversa.

Casa Família Lemke

Casa Família Lemke

Mas mesmo que em algumas construções a técnica do enxaimel estejam ocultadas, a Rota do Enxaimel não deixa de ser um percurso maravilhoso. Onde a paisagem rural, o contato com a natureza e o modo de vida dos colonizadores se misturam e exaltam a cultura germânica.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Prova disso é que toda a Região de Testo Alto em Pomerode até o bairro Rio da Luz em Jaraguá do Sul faz parte do patrimônio histórico nacional e forma uma paisagem cultural brasileira tombada em nível federal pelo IPHAN em 2007.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Casas ao estilo enxaimel

Mas afinal, o que é uma casa enxaimel?

O Enxaimel é uma técnica construtiva milenar. Apesar de associar o enxaimel à Alemanha, a técnica não tem uma origem determinada. Entretanto, com certeza, foi na Alemanha que o enxaimel virou tradição e se aperfeiçoou ao longo dos anos.

A construção de uma casa enxaimel é feita por encaixes de madeira na horizontal, vertical e diagonal. As madeiras são encaixadas entre si e travadas com pinos de madeira. Cada ripa é enumerada e depois montada.

Em seguida é erguido o telhado, que irá dar sustentação a toda estrutura. Inclusive existe a festa Das Richtfest (festa da cumeeira), uma tradicional comemoração para agradecer a Deus pela construção da casa. Veja mais aqui.

Por fim, é feito o fechamento das paredes. Antigamente, o fechamento era feito com barro socado em taipa de pilão ou, se era uma casa provisória, com palha. Com a vinda da olaria na região, no século XIX, começou-se a utilizar os tijolos à vista na edificação para preencher a estrutura.

Rota do Enxaimel, Pomerode

Para aprender mais sobre essa técnica, e também ver algumas curiosidades, leia esses artigos: aqui e aqui. São bem legais.

Percurso da Rota do Enxaimel

Todo o caminho é bem sinalizado com placas. Em cada ponto também há uma explicação breve sobre o lugar. Segue um roteiro completo de todos os lugares indicados para conhecer pelas placas que há na Rota do Enxaimel.

»»» Para aumentar o roteiro e ver todos os detalhes, clique no segundo ícone em cima do lado direito.

Abaixo estão listados cada lugar indicado nas sinalizações do percurso. É legal passar por todos eles caso você queira completar a rota.

Rota do Enxaimel

Rota do Enxaimel

Porém, se você quiser só conhecer a estrada e apreciar a paisagem, faça o seguinte roteiro: Inicie pelo Pórtico do Imigrante e siga até a Rua Progresso. Percorra toda a estrada até a Casa Sierwert, faça o retorno e entre na Rua Morro Schimidt. Entre novamente na Rua Progresso e siga todo o caminho até chegar ao fim da Rota do Enxaimel.

Para conhecer a rota tranquilamente, você vai levar de 2 a 3 horas.

Rota do Enxaimel, Pomerode Rota do Enxaimel, Pomerode

Pórtico do Imigrante Wolfgang Weege

Aqui marca o início da Rota do Enxaimel, na Rua Presidente Costa e Silva, ao lado norte de Pomerode.

O Pórtico do Imigrante é uma réplica em tamanho natural do Portal de Stettin, cidade que foi capital da Pomerânia entre 1720 e 1945. Dessa região, os colonizadores saíram em rumo a Pomerode.

Pórtico do Imigrante Wolfgang Weege

Pórtico do Imigrante Wolfgang Weege

Casa Comercial Weege

Continuando em frente — sentido norte/sul, após uns 300 metros, o próximo ponto é a Casa Comercial Weege.

A construção, com tombamento federal, funciona como uma “Feira do Produtor”. São vendidos produtos diretamente do produtor rural (frutas, legumes, hortaliças e flores). Além de biscoitos, melados, embutidos e conservas.

A Casa Comercial Weege está aberta aos sábados, das 7h30min às 12h30min.

Casa Comercial Weege

Casa Comercial Weege

Depois siga a esquerda pela Rua Testo Alto para permanecer na Rota do Enxaimel.

Início da Rota do Enxaimel

Início da Rota do Enxaimel

C.C.T. Alto Rio do Testo

Mais 2,5 km pela estrada, entre a esquerda na Rua Carlos Belz. Um pouquinho depois da esquina está o terceiro ponto da rota: o Clube de Caça e Tiro do Alto Rio do Testo, localizado no “Salão Belz”.

O início da sociedade tem raízes em 1890, com a fundação da Schützenverein Ehr und Wehr (Sociedade de Atiradores Honra e Defesa). Suas atividades eram praticadas num pequeno salão na Rua Progresso e, posteriormente, foram transferidas para outro salão na Rua Testo Alto.

Em 1929, a sociedade foi desmembrada por conflitos de interesses. Porém, no dia 15 de novembro do mesmo ano, antigos membros organizaram uma nova sociedade chamada de Schützenverein Independência zu Alto Rio do Testo (Sociedade dos Atiradores Independência de Alto Rio do Testo I).

O último baile do clube, com o nome em alemão, se realizou no mesmo dia em que as tropas da Alemanha invadiram a França, a Bélgica e a Holanda. As atividades foram suspensas entre 1939 e 1947 e, com o retorno, passou a chamar-se Sociedade de Caça e Tiro Alto Rio do Testo.

Salão Belz

Salão Belz

Multidoces

Continuando pela Rua Carlos Belz, depois de uns 600 metros, em uma travessa à esquerda está a lojinha Multidoces. São bolachas caseiras decoradas, pães de mel e cucas com receitas tipicamente germânicas, tudo fabricado manualmente.

Loja Multidoces

Loja Multidoces

Delicaten

Retornando para a Rua Carlos Belz, por mais uns 300 metros, vire na Rua Anna Krueger. Logo no início está a lojinha da Delicaten Biscoitos e Bolachas, produzidos pela senhora Elia Maske.

As bolachinhas amanteigadas ou integrais são 100% artesanais, em tamanho normal ou miniatura. Também tem a fabricação de Stollen o ano todo —bolo de natal típico alemão, até já falamos dele aqui — e bolo de mel.

Loja Delicaten

Loja Delicaten

A senhora Elia nos contou que suas receitas já ganharam algumas premiações na típica Festa Pomerada, realizada anualmente no município (30ª Festa Pomerana, 1º lugar: Pão de mel e 2º lugar: Biscoito de melado com azeite de oliva; 31ª Festa Pomerana, 1º lugar: Cookies de Chocolate e 3º lugar: Cookies de maracujá com chocolate branco).

Mais informações: facebook.com/DelicatenBolachas.

Loja Delicaten

Loja Delicaten

Esses dois pontos da Rota do Enxaimel são interessantes conhecer caso você tenha a intenção de comprar algum produto regional, que com certeza tem um gostinho especial. Senão, pode pulá-los e continuar pela Rua Testo Alto.

C.C.T. XV de Novembro — Pommerblumen

De volta à Rua do Testo Alto, siga curtindo a paisagem rural e vendo várias casinhas da região.

Após transitar por uns 3,5 km, mais um ponto da Rota do Enxaimel é encontrado, o Salão Lindemann. Este espaço sedia o Clube de Caça e Tiro XV de Novembro, fundado em 1966 e também a Pommerblumen Artesanato, grupo de mulheres que trabalham com crochê, bordados e pinturas.

Mais informações: facebook.com/Clube-CCT-XV-De-Novembro.

Salão Lindemann

Salão Lindemann

Aqui vale a pena dar uma paradinha e apreciar a vista linda ao derredor. Uma sensação de tranquilidade imensa.

Paisagens

Paisagens

Casa e Família Siewert

Depois de 2 km, chegamos num dos pontos mais legais da Rota do Enxaimel, a Casa Sierwert.

Construída em 1913, a edificação tombada pelo IPHAN tem 104 anos e já é habitada pela 6° geração! A tradicional propriedade rural é baseada na produção de milho e gado de leite.

A propriedade pertence aos Siewert desde 1896, que imigraram ao Brasil em 1868. Em seu interior, há vários documentos explicando toda a linhagem da família. É bem legal ver a história sendo preservada ao longo dos anos.

Casa e Família Siewert

Casa e Família Siewert

A família Siewert oferece tours aos visitantes. O senhor Rogério, com um sotaque carregado de alemão, conta como foi a construção da casa, de que modo era levada a vida antigamente e as mudanças ocorridas ao longo dos anos na região. Vários equipamentos antigos de agricultura estão expostos em um celeiro anexo à residência.

Além disso, alguns produtos regionais são vendidos, como bolachas e cervejas.

Informações Úteis

Faça o tour pela residência mediante agendamento.

Funciona de segunda à sexta, das 10hrs às 11h30min e das 14hrs às 17hrs.

Nos sábados e domingos das 9hrs às 17 hrs e aos domingos das 9 hrs às 11hrs.

Mais informações: facebook.com/casasiewert ou pelo whatsapp 47 99683-7043.

Só que vale falar que passamos fora do horário de atendimento e mesmo assim o senhor Rogério nos convidou para entrar e foi muito gentil! Explicou algumas coisas, compramos duas cervejas de presente, mas não fizemos o tour, que deve ser agendado mesmo.

Casa e Família Siewert

Casa e Família Siewert

Finalizada a visita da Casa Sierwert, tem a opção de continuar pela Rua do Testo Alto até a Casa de Taipa.

Apesar de estar fora da marcação da rota, é uma casinha construída no final do século XIX. Sua estrutura é de enxaimel preenchida por taipa de mão, o que resultou em parades brancas.

Depois desse ponto retorne, pois se continuar em frente vai acabar indo para Jaraguá do Sul hehe. Voltando, pegue a Rua Morro Schimidt, primeira entrada a direita.

Conservas Baumann

Na Rua Morro Schimidt, para chegar a Conservas Baumann procure pela Estrada 12 de Outubro, está logo no início.

São diversas conservas tradicionais, como pepino, palmito, beterraba e cenoura. Há ponto de venda também na “Casa do Produtor”. É interessante vir até aqui caso você tenha interesse em adquirir algum produto ali produzido.

Loja Conservas Baumann

Loja Conservas Baumann

Trilha da Natureza

Volte a Rua do Progresso e pegue sentido oeste, indo para Jaraguá do Sul, metros acima está o início da Trilha da Natureza, próxima a casa enxaimel da Família Hornburg Müller.

A trilha é de dificuldade leve e tem aproximadamente 2 horas de ida e volta. No caminho é possível apreciar a flora e fauna, com informações sobre as árvores, animais e plantas nativas e histórias sobre o desbravamento da região. No final tem uma cachoeira linda para aproveitar. A visita é guiada pelos proprietários.

Mais informações: facebook.com/trilhadanaturezarotadoenxaimel ou pelo telefone 47 3395-1430.

Se não tiver interesse nos pontos da Conservas Baumann e da Trilha da Natureza, siga pela Rua do Progresso até retornar ao início do percurso. Tem ainda várias atrações legais pela frente, além claro de continuar admirando toda a região.

Esporte Clube Água Verde

Na Rua Progresso, voltando da Trilha da Natureza, depois de 4 km está o Esporte Clube Água Verde. É na verdade só um ponto para passar na frente, mas que está indicado nas placas da Rota do Enxaimel.

O Esporte Clube Água Verde é o clube de futebol da cidade de Pomerode, que também oferece treino de escolinhas.

Mais informações: facebook.com/aguaverdepom.

Cemitério Luterano dos Imigrantes

A menos de 300 metros em frente, fica um dos lugares mais interessantes da Rota do Enxaimel. Trata-se de um cemitério super antigo de imigrantes alemães. Atualmente, está abandonado, uma pena.

Praticamente todas as lápides estão escritas em língua alemã e os primeiros sepultamentos datam no início do século XX! Como tenho muito interesse em assuntos relacionados com busca de origens familiares, para mim poder ver esse lugar foi uma verdadeira relíquia. Até procurei antepassado com o meu sobrenome alemão por ali, mas não achei nada hehe.

O cemitério é um dos mais antigos da cidade e foi desativado na década de 40, em razão da guerra. A maioria dos ancestrais enterrados ali são dá própria comunidade do Testo Alto.

Cemitério do Imigrante

Cemitério do Imigrante

Carros de Mola

Pertinho do cemitério, está também o passeio de carro de mola. São veículos movidos por tração animal que lembram charretes.

Bem tradicional na cidade, o autêntico carro de mola resgata umas das maneiras mais típicas de locomoção na época dos colonizadores. As famílias dos imigrantes faziam seu uso apenas em situações especiais, como para se dirigir à igreja.

Há carros de mola que também atendem no centro, em frente ao Zoo Pomerode.

Mais informações: pomerode.sc.gov.br e pelo telefone 47 3395-0161.

Carro de Mola

Carro de Mola

Igreja Luterana

Logo após está a Igreja Evangélica de Confissão Luterana de Testo Alto. Ela foi edificada em 1886 pelos colonizadores de Pomerode. Ao seu entorno foi construída uma escola, vendas de comércio e a Sociedade de Caça e Tiro.

Assim, aqui era o núcleo da comunidade de Testo Alto.

Igreja Evangélica de Confissão Luterana de Testo Alto

Igreja Evangélica de Confissão Luterana de Testo Alto

Pousada Casa Wachholz

Por fim, depois de percorrer mais 650 metros pela Rua Progresso, encontramos o último ponto da Rota do Enxaimel: a casa Wachholz.

A casa Walchholz é a edificação mais antiga da localidade, construída em 1867 em técnica enxaimel e tombada em nível federal! A construção já passou por 2 reformas e, atualmente, funciona como uma pousada.

Casa e Pousada Walchholz

Casa e Pousada Walchholz

Quem administra é a própria família Wachhloz, que habita na propriedade por seis gerações.

Sua decoração é rústica e com móveis antigos, além do atendimento familiar que encanta os turistas.

Mais informações: pousadacasawachholz.com.br e facebook.com/Pousada-Casa-Wachholz.

Casa e Pousada Walchholz

Casa e Pousada Walchholz

Como fazer o trajeto pela Rota do Enxaimel

Para percorrer toda a Rota do Enxaimel os meios de transportes mais indicados são três:

Rota do Enxaimel

Rota do Enxaimel

Carro: Foi a opção que escolhemos. Pomerode é uma cidade pequena, simples de transitar e bem sinalizada, assim como a Rota do Enxaimel. Foi bem tranquilo fazer o trajeto.

No Portal Sul, na entrada da cidade, está o Centro de Informações ao Turista. Lá dá para pegar um mapinha bem legal de Pomerode, onde tem sinalizado todos os pontos turísticos, restaurantes, hospedagens e compras.

Ajudou muito quando fomos passear e desbravar Pomerode.

Cicloturismo: A Rota do Enxaimel também faz parte do Circuito do Vale Europeu Catarinense, principal destino dos cicloturistas no Brasil. É o primeiro no país planejado e organizado especialmente para ser percorrido de bicicleta

Contamos como um pouquinho sobre o circuito aqui, que tem início e fim na Ponte da Thapyoka em Timbó e também passa pela Rota do Enxaimel.

Mais informações: cicloturismo.circuitovaleeuropeu.com.br.

Pomerode JeepTour: Para quem quiser uma experiência diferente na Rota do Enxaimel, pode seguir o percurso com o turismólogo Ronald Kriedel, a bordo do “BRUTTUS”, uma viatura original do Exército Brasileiro.

O passeio faz um tour pela região, com explicações detalhadas das casas em enxaimel, dos moradores, a história da cidade de Pomerode e sobre a Rota do Enxaimel. Ao final, o visitante pode curtir a cachoeira da Trilha pela Natureza.

Mais informações: facebook.com/pomerodejeeptour e tripadvisor.com.br.

 

Então caso venha visitar Pomerode ou esteja a passeio na região, não deixe de conhecer a Rota do Enxaimel. Uma experiência que reune a cultura germânica e a vida no interior.

Se tiver ainda alguma dúvida sobre o trajeto ou também já apreciou essa região de Pomerode, não deixe de comentar e, claro, compartilhe! 😉

Dúvidas?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *