Dentro do avião pela primeira vez: como proceder e o que esperar?

Qual é a sensação de estar pela primeira vez dentro do avião? Neste post você vai fazer um verdadeiro tour e descobrir o que acontece em cada etapa do voo.

Nos primeiros anos de aviação comercial, andar de avião era uma experiência para poucos. Na época, somente gente com muita grana podia bancar este estilo de viajar, que era considerado super luxuoso. Porém, com a evolução dos aviões, a oportunidade de atravessar novas fronteiras se tornou cada vez mais acessível.

Tanto que, hoje em dia, é muito difícil não encontrarmos pessoas que já viajaram de avião pelo menos uma vez na vida. Enquanto outras, já até chamam o aeroporto de segunda casa.

Só que muitos ainda vão viver essa experiência incrível de andar no céu! Por isso, não têm bem certeza de qual é a sensação e como tudo funciona dentro do avião. Então se a sua viagem já está marcada e em breve você também vai estar na lista do “eu já andei de avião”, este post é para você. =)

Já se planeje em casa

É em casa que se inicia uma viagem tranquila e descansada. Então já tenha tudo em ordem com antecedência e certifique-se de:

Dentro do avião
  • Usar um porta documentos e cuide dele. Já deixe seu passaporte, carteira de identidade, número da reserva do voo e outros papéis importantes em um só lugar. Assim, na hora de pegar suas coisas, não vai ter a preocupação extra de sair catando tudo pela casa. Outra dica é colocar o porta documentos num ponto que você vai passar obrigatoriamente antes de sair de casa. Assim, não há risco de esquecer nada.
  • Usar roupas confortáveis e levar itens de higiene básica. Ficar sentado por 8 horas com uma calça jeans dura e não ter nenhuma escova de dente para usar, pode ser enlouquecedor. Por isso, em viagens longas dentro do avião, levar alguns produtos simples podem fazer todo a diferença para o seu conforto.
  • Dormir uma boa noite de sono. Procure dormir cedo na noite anterior à viagem, mesmo que o voo seja às 17 horas do dia seguinte. Isso é essencial para seu corpo se sentir bem descansado e disposto. O que faz muita diferença para o fuso horário. Então nada de deixar para arrumar as malas até as 2 horas da manhã…

Tour por dentro do avião

Depois você já passou por todos os procedimentos no aeroporto. Fazer check-in, despachar as malas e achar seu portão de embarque. Chegou o momento de relaxar e aproveitar o passeio.

Psssiiu › R$100 em Créditos no Airbnb para você viajar!

Permaneça com o seu bilhete e documento de identificação em mãos. Quando o embarque for autorizado, os funcionários da companhia vão exigir esses comprovantes para permitir sua entrada.

Aeroporto de Guarulhos, São Paulo

Dentro do avião, a ordem dos eventos são estas: achar assento, guardar seu pertences, ouvir as instruções, decolar, curtir a viagem e pousar. Abaixo explico cada um deles com detalhes.

Lembrando que voos de trechos de curta duração tudo acontece muito rápido. Ou seja, pouco tempo depois que você começou a se sentir confortável e pronto para encarar a viagem, o anúncio de pouso já é feito hehehe.

Sem pressa para entrar no avião

Para voos internacionais principalmente: você está sentado no aeroporto, com as malas do lado, esperando o horário do voo. Quando anunciam o início do embarque. O que você faz? Levante e vai para fila? Não, não, continue sentado porque vai demorar hehehe.

Primeiro são os preferências — gestantes, idosos, pessoas com dificuldade de locomoção. Em seguida primeira classe, classe executiva e passageiros que tem algum benefício com a companhia aérea — cliente gold, platinum, diamante, black…. Aí, então, inicia a classe econômica.

Isso quando não há divisão de classes na própria classe econômica. Já pegamos um voo com AirLanes para os Estados Unidos que estavámos no Grupo 3, fila G. Assim, tínhamos que aguardar primeiro entrar o Grupo 1 e 2 para então chegar a nossa vez.

Dentro do avião

Aguardando na sala de embarque do Aeroporto de Navegantes

Logo, sem pressa. Se você já está no seu portão e dentro do horário, não há necessidade de sair correndo logo que anunciarem o embarque. Nem começar a se amontoar em uma pré fila que sempre se forma antes de sequer anunciarem o embarque.

Para voo nacional o esquema é um pouco diferente. Por ter menos passageiros e normalmente um trecho mais curto, nem sempre há diferença de classes, por isso tudo anda mais rápido.

Achar seu assento dentro do avião

Por fora aquele avião enorme. Por dentro, tudo mundo andando apertado. Claro que isso é para nós, mortais da classe econômica hahaha. E não quer dizer que a aeronave internacional é mais confortável, geralmente é ao contrário.

Lembro que depois de voar 12 longas horas voltando da Europa, pegamos a conexão São Paulo – Navegantes. O avião doméstico deu sensação primeira classe quando entramos! Mais espaço para as pernas, para os braços, para reclinar, no corredor, um sonho.

Contudo, você não precisa também ir no pior assento do voo né! Existe o site seatguru, que mostra os assentos dentro do avião com base em reviews dos passageiros. Para consultar o seu avião, basta usar os dados do seu voo: nome da companhia aérea, número e data.

Vai aparecer um mapa do avião com a descrição de alguns assentos em vermelho, amarelo ou verde. As cores indicam os benefícios ou não da poltrona. Além de alguma fotos do interior da aeronave postada pelos usuários.

Deste modo, use essas informações na hora de reservar o seu assento. Mesmo que não seja possível escolher o melhor, é possível fugir do pior. “Detalhe” que faz uma enorme diferença.

Dentro do avião

Divulgação. American Airlines

Dentro do avião, depois de localizar seu assento, que está marcado na passagem, procure espaço em cima para bagagens de mão. O bagageiro não é correspondente com o assento — o que para mim é sacanagem.

Por consequência, o bagageiro logo acima do seu assento já pode ter sido todo ocupado. Então não se acanhe em percorrer por dentro do avião procurando espaço em outro bagageiro.

Agora é só sentar e relaxar. Já deixe próximo de você os itens que vai utilizar. Isso evita o incômodo de ter que se levantar e buscar no bagageiro. Familiarize-se com o espaço. Se houver dúvida, pergunte aos comissários de bordo, eles estão lá para te ajudar!

Prestar atenção nas instruções do comissário de bordo.

Depois que todos se acomodaram, é o momento das famosas falas dos comissários de bordo. Normalmente, quem já está acostumado, não presta muita atenção. No entanto, se é a sua primeira viagem de avião, com certeza você vai ficar vidrado neste momento.

As instruções são simples. Os comissários explicam como usar o cinto de segurança e quando ele deve estar afivelado. Onde devem ficar as suas bagagens a bordo. Como e quando utilizar as máscaras de ar. Onde as saídas de emergência se localizam e por aí vai.

Em voos internacionais, geralmente é apresentada um vídeo com as instruções. Para você ter uma ideia do que é falado neste momento, achei um vídeo que a Air New Zealand produziu. Ele é legal porque traz todas orientações de uma forma mais leve e criativa.

>>> No símbolo configurações, use a opção de traduzir automaticamente para assistir legendado em português.

Decolando e pousando

Em uma primeira viagem de avião esse é o momento mais esperado (e temido) dos passageiros. Até levantar voo mesmo, o avião às vezes demora um pouco, por conta do tamanho da pista ou outros fatores.

Assim que começar o barulhão das turbinas, inicia-se a decolagem. Sentir medo de voar é natural, apesar de algumas pessoas não ter nenhum receio, mas tenha certeza que elas não são a maioria.

O ideal é se manter calmo. Se estiver acompanhado, converse um pouco ou faça outra atividade para se distrair. Logo o avião já estabiliza e o que fica é o som constante de um ruído ao fundo.

Durante a viagem é super comum o avião passar por turbulências, as asas balançarem e o som do motor diminuir. Então, se passar por uma das situações nada de pânico.

O incômodo maior da decolagem e pouso é a pressão no ouvido. Isso é ocasionado por conta da mudança drástica de altitude. Para mim, particularmente, o momento do pouso é mais dolorido que a decolagem.

Uma boa técnica para aliviar a dor é fazer movimentos de deglutição: mastigue um chiclete, chupe uma bala, beba algo ou simule esses movimentos.

Outra prática que pode ajudar é a manobra de valsava, usada por mergulhadores. Tampe o nariz e feche a boca com um sopro preso, empurrando o ar para fora pelos ouvidos, mas cuidado com a força exercida.

Existe hoje no mercado um protetor de ouvido para auxiliar na pressão do avião, como este aqui. Nunca utilizei, mas parece bem interessante a ideia.

O que realmente acontece dentro do avião durante os voos

Bom essa parte é para os voos longos, pois como já expliquei, nas viagens de curta de duração, quando tudo está se acalmando, já chegou o momento de pousar. Agora, se você tem horas pela frente para enfrentar dentro do avião, tenha algo em mente: não precisa ter pressa para fazer as coisas.

Os aviões maiores oferecem um serviço de bordo dentro do avião muito bom para ajudar a passar o tempo. Cada poltrona possui em seu encosto uma telinha individual para o passageiro.

Dentro do avião

Tela de entretenimento da American Airlines

Ali tem séries, último lançamentos de filmes (que as vezes estão ainda no cinema!), jogos, o mapa do voo — velocidade do avião, quanto tempo falta, quantos quilômetros já foram — e até ensina o básico de outras línguas. Um bom momento para aproveitar e aprender os cumprimentos do país que você está indo visitar.

Lembre-se também que as poltronas são apertadas. Por isso cuidado ao esticar seus braços com tudo, dormir com a cabeça quase no ombro da pessoa do lado e coisas do gênero. Também muitos não se sentem confortável em conversar com estranhos, então nem sempre é um bom ambiente para puxar papo com desconhecidos.

Dentro do Avião

Divulgação. American Airlines

Outro ponto “interessante” no avião são os banheiros, super apertados. Pelo menos não balançam loucamente que nem os dos ônibus.  Sempre depois das refeições, a fila é grande. Pelo menos já dá para aproveitar e esticar as pernas e se distrair com a movimentação dos outros passageiros.

Comidinhas

Na hora de servir o jantar, de repente tudo fica tumultuado. Todo mundo vai se ajeitando e começa a abrir as mesinhas. A refeição dentro do avião varia muito conforme a companhia aérea, duração e horário do voo. Destinos nacionais curtos, à bordo, são oferecidos lanches rápidos gratuitos ou pagos.

Dentro do avião

Refeição da United Airlines

Das refeições que experimentei dentro do avião, posso dizer que não era nada super maravilhoso, mas também não passei fome. Água sempre a vontade, só solicitar ao comissário de bordo. Mas é sempre bom ter em mão algum lanchinho próprio para se garantir.

Hora de dar tchau

Próximo da hora de sair de dentro do avião? Já vai arrumando os seus pertences na poltrona e colocando o sapato de volta. Aí bate aquela dúvida, se preparar para levantar e mover-se o mais rápido possível ou ficar bem de boa na poltrona e esperar até o último sair? Depende do seu estado de espírito hehehe.

Porém, lembre-se: todo mundo também está cansado e quer sair logo de dentro do avião para começar a sua aventura ou dar tchau as férias!

Dentro do avião

 

Acho que é isso aí a experiência de andar pela primeira de avião! Ao mesmo tempo que parece glamuroso, também parece enlouquecedor pelo tempo e espaço. Mas a maior lição é: não precisa ter medo, fique tranquilo e não esqueça de tirar uma foto! Afinal essa é uma boa recordação para guardar.

Se ficou com mais alguma dúvida ou quer compartilhar sua primeira experiência, não deixe de comentar! =)

Dúvidas?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *