Um encontro de música, instrumentos e cultura alemã. Esse é o Museu da Música, situado em Timbó. Uma visita enriquecedora e essencial aos amantes da arte.

Relacionado

O Museu da Música foi inaugurado em 19 de setembro de 2004, inicialmente com um acervo de 150 instrumentos musicais históricos e atuais. O idealizador foi o Pastor Hans Hermann Ziel, com o apoio da Prefeitura Municipal por meio da Fundação Cultural.

De origem alemã, vindo para o Brasil em 1968, o Pastor Hans é um grande amante da música e se dedica, há mais de 40 anos, ao estudo e ensino desta arte. Hans já construiu diversas flautas de bambu e obóes a partir de raios-x de instrumentos musicais barrocos e renascentistas, que trouxe de viagens à Europa.

Museu da Música em Timbó

Os livros especializados, que trazem cada medida a ser respeitada, o lugar de cada orifício a ser talhado, ou chave a ser fixada, também o auxiliou na confecção dos instrumentos.

Hoje, vários de seus instrumentos estão expostos no Museu da Música, bem como outros de seu acervo pessoal.

O que você vai encontrar no acervo do Museu da Música

Atualmente, o Museu da Música tem um amplo acervo, com mais de 2.000 peças. Os instrumentos musicais são mais do tipo não convencionais. Eles datam de várias épocas e são provenientes de diferentes países. Há peças tanto originais como réplicas.

Museu da Música em Timbó
Olhar de quem tocou 5 anos em fanfarra

Museu da Música em Timbó

Museu da Música em Timbó

Museu da Música em Timbó

Museu da Música em Timbó

O acervo também possui coleções de gravuras, métodos, partituras, livros, discos e desenhos técnicos.

Os instrumentos são: Acordeon; Alaúde; Cavaquinho; Clarinete; Corneto; Cromorne; Espineta; Fagote; Fliscorne; Harmônio; Oboé; Organeta; Piano; Rabeca; Sousafone; Trombone; Trompa; Trompete; Viola de Gamba; Violeta e Violino.

Museu da Música em Timbó

Museu da Música em Timbó

Museu da Música em Timbó

Museu da Música em Timbó

Programações realizadas no Museu da Música

O ambiente, desde sua construção, foi concebido para receber músicas e danças, então existir som no Museu da Música é fundamental. Além disso, o museu também pretende estimular o interesse dos visitantes pela música com ações educativas e eventos culturais.

Museu da Música em Timbó

Então, no local, o visitante também encontra um pequeno auditório para apresentações de recitais e concertos de orquestras, corais, solistas e bandas. Algumas vezes, o próprio instrumento do acervo é utilizado nas apresentações.

Café Musical

Uma das programações do Museu da Música é o Café Musical, realizado mensalmente no dia de domingo. Às 9h30min se inicia o evento, quando é servido um café gratuito. Em seguida, há apresentação musical, que dura no máximo uma hora. Vários estilos de musicais se apresentam no Café Musical, com o intuito de agradar e atrair público de diferentes formações e faixas etárias. O evento recebe entre 50 e 100 pessoas.

Noite dos Candelabros

Todo ano, no mês de setembro, é realizada a Noite dos Candelabros em comemoração ao aniversário do Museu da Música. Na ocasião as luzes são apagadas e a apresentação musical é realizada somente à luz de vela. O intuito é remeter o espectador a emocionante época renascentista e barroca.

Tarde do Rock

Iniciado em 2011, a Tarde do Rock foi criada para divulgar as bandas de rock da região, com o intuito de oportunizar os membros mostrarem e divulgarem seu trabalho para a comunidade. Segundo a organização do museu, “o evento se mostrou bem sucedido em todas as suas edições e atraiu um público que dificilmente visita esses espaços culturais”.

No dia destinado à Tarde do Rock, passam pelo Museu mais de 100 pessoas.

Outras Programações

Concerto Noturno: Com os mesmos objetivos do Café Musical, o Concerto Noturno é realizado três vezes ao ano. Os dias escolhidos são os domingos e se incia às 19hrs. O evento costuma receber em torno de 50 pessoas.

Oficinas de Férias: realizadas nos meses de julho em parceira com alguma escola da cidade de Timbó, atividades e ações educativas são elaboradas para ensinar e diversas crianças e adultos.

Museu da Música em Timbó

Tarde de Blues: Evento fixo no calendário do museu, na Tarde do Blues há workshop de gaita e guitarra blues. Quem vem ao Museu neste dia, tem a oportunidade de aprender sobre o estilo e assistir há jams com músicos convidados pelos ministrantes.

Feira de Vinil: Foi realizado pela primeira vez em 2015 e mostrou-se um sucesso. A Feira de Vinil traz expositores e amantes do disco de vinil para venda e troca de LPs. Durante o evento também há apresentação de bandas e Djs.

Além desses eventos, o Museu ainda faz outras atividades — como Museu vai à Escola, Exposições de Curta Duração e Ações Educativas — e disponibiliza o espaço para a realização de workshops, palestras e pequenos shows musicais.

Descubra a história do Salão Hammermeister

O salão foi construído em meados de 1904 por imigrantes alemães e leva o nome da família fundadora: Hammermeister. Ao seu redor a paisagem é linda e predominantemente rural.

O que marca a construção do edifício é a alvenaria autoportante de tijolos aparentes e o fantástico efeito plástico produzido pelos tijolos de tonalidade clara e escura, que se intercalam formando desenhos geométricos.

Até a data de 1961, o local funcionava como o salão de baile da cidade. O bar ficava aonde estão expostos atualmente os obóes e o palco era em cima do bar. Após isso, foi mudado para o local que hoje está a mesa de informações.

Museu da Música em Timbó
Salão Hammermeister, local que abriga o Museu da Música

Depois do fechamento do salão, a casa passou apenas a ser usada como a residência da família. Ali morou Augusto e Em´ília Hammermeister, com seus cincos filhos. Ambos os cônjuges faleceram na década de 50 e com 80 anos de idade.

A casa da família ficava nos fundos, anexa ao salão, e era maior que o atual Centro de Documentação e Oficina.

Museu da Música em Timbó

Hoje, a construção é tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e foi adquirido pela Prefeitura Municipal.

O sr. Augusto conta que, seu pai Arthur, um dia quando criança brincava com os pássaros no interior do salão. Em certo momento, todos saíram e ele seguiu os bichinhos. Assim que passou pela porta de entrada, o salão desmoronou! Arthur sempre dizia que estaria vivo graças aos passarinhos.

Museu da Música em Timbó

Informações sobre o funcionamento

O Museu da Música é um espaço simples, muito bem limpo e organizado. A visita vale a pena pelo enriquecimento cultural e para apreciar a arquitetura enxaimel do prédio. Além de estar em um local lindo.

Quando fui ao o museu, não havia nenhuma programação agendada, mas acredito que conhecê-lo e ainda apreciar uma boa música deve tornar mais especial e interessante a sua ida ao espaço.

O tempo de visitação está influenciado diretamente no seu gosto por instrumentos e música. Pode levar 15min ou 2 horas.  😉

Museu da Música em Timbó

Ingresso
R$ 2,00 – inteiro
R$ 1,00 – meia-entrada para estudantes.
Não pagam – Crianças com menos de 6 anos e adultos com mais de 60 anos

Horário de Funcionamento
De terça-feira aos domingos e, também, nos feriados.
Das 08:30 às 11:30 e da 13:30 às 17:30

Mais informações
Fique de olho no Facebook, onde a agenda do museu é divulgada.
Na página do Facebook, há um botão “cadastra-se”  logo no topo, se inscreva para ficar por dentro de todas as novidades que o museu prepara!
Visitas monitoradas e ações educativas devem ser agendadas antecipadamente.
Telefone: 48 3399-0418
E-mail: museudamusica@culturatimbo.com

Endereço
Rua Edmund Bell, S/N. Rodovia SC-477, Km 05, Timbó – SC, 89120-000. Mapa

 

Não deixe de visitar esse lindo espaço! Se ficou com alguma dúvida, só deixar nos comentários e compartilhe também com seus amigos!

Summary
Museu da Música em Timbó
Article Name
Museu da Música em Timbó
Description
Um encontro de música, instrumentos e cultura alemã. Esse é o Museu da Música, situado em Timbó. Uma visita enriquecedora e essencial aos amantes da arte.
Author
Publisher Name
Cadê minha mala?
Publisher Logo